domingo, março 04, 2007

-- 60 DIAS NA ESTRADA --























Foram duas semanas sem terem noticias nossas... desculpem mas nem sempre nos é possivel aceder a um computador que funcione decentemente. Aqui ficam as novidades:


Deixámos a nossa família Chilena de Concepcion no fim de semana anterior, mais precisamente no Sábado. Que experiencia!!! Foram 8 dias memoráveis, repletos de novos acontecimentos e coisas para fazer. Depois da ressaca do casamento a semana comecou em busca da peca para a "poderosa". Com a ajuda preciosa do Ivan e do Carlos (dois dos filhos) e após percorrer sem sucesso todas as lojas de motas da cidade, incluindo dois dealers oficias HONDA, a solucao encontrada foi mandar fabricar uma peca igual num torneiro mecanico. Embora fosse uma peca muito simples o seu fabrico acabou por sair um pouco caro. No final acabámos por pagar 18.000 pesos que sao cerca de € 28,00. Nao havia outra solucao e o problema ficou resolvido em 3 dias.

No dia do meu aniversário, 20 de Fevereiro, passámos todos o dia na praia onde a Tatiana e eu nos banhámos pela primeira vez no oceano Pacífico. A água é fria!! De noite fizeram um valente assado em minha homenagem e cantaram-me o "cumple años" em castelhano. Muito divertido!! Tivemos também a oportunidade de conhecer a Universidade de Concepcion, onde o Ivan e o Alejandro estudam e onde também o Pai dá aulas de engenharia. Dentro da universidade visitámos os museus de oceanografia e de medicina legal. Este último é um bocado mórbido mas muito interessante. Em todos os aspectos fiquei impressionado com a universidade, mas em especial com a sua enorme dimensao com a quantidade de cursos disponíveis no menu. Ao nível de qualquer boa universidade na Europa. Enfim foi uma semana muito rica e variada que nos permitiu conviver de perto e ao vivo com pessoas e cultura chilena. O que mais nos marcou nesta experiencia foi o enorme apoio, ajuda e carinho que estas pessoas nos deram. Fomos tratados e recebidos tal como se fossemos parte da família. Penso que foi um convivio muito genuíno, muito informal e sem aquelas cerimónias europeias que por vezes tornam a convivencia desconfortável. Por exemplo, na tarde que chegámos a casa vindos da praia nao havia água nas torneiras, provocado por uma ruptura na conduta de distribuicao. Como é evidente, e com tanta gente em casa, era preciso tentar conter as nossas necessidades fisiológicas até à vinda da água. Por azar, no dia anterior tinha comido um potente "poroto granado", uma especie de cozido de favas, e estava aflito para... evacuar. Aflito mesmo!!! Para aguentar melhor aquele enorme sofrimento mantive-me entretido e sentado durante algum tempo em frente ao computador até nao aguentar mais a situacao. Já com suores frios e as maos a transpirar, passando pela sala de estar onde todos estavam a ver na televisao o conhecido festival musical de Viña del Mar, fui de emergencia à cozinha buscar um saco de plástico prevendo o pior. Ao prefazer a distancia de 10 passos que separava a cozinha da casa de banho, já pálido e com enormes dificuldades para andar direito gritei em castelhano "Ai que me cago!!!" e fui a correr para a casa de banho fazer o exorcismo... gracas a Deus nao foi necessario o saco de plastico pois o depósito de água do autocolismo nao tinha sido utilizado e estava cheio e deu para mandar o "demónio" de volta para o inferno sem deixar rasto no caminho. O moral da história é que se eu tivesse feito muita cerimónia com aquelas pessoas que mal conhecia em usar a casa de banho mesmo sabendo que nao havia água nos canos, acontecia das duas uma: ou me cagava todo sentado em frente ao computador enquanto escrevia este blog ou me cagava todo correndo rua abaixo com o saco de plástico na mao tentando encontrar um descampado amigo. Sejam sempre genuinos e informais!! Nunca se sabe quando a cerimónia a mais pode atrapalhar. A partir desse dia senti-me realmente que já fazia parte da família.


Com tudo isto eu e a Tatiana tinhamos uma decisao importante a fazer. Ou ficavamos mais tempo com eles em Concepcion ou partiamos em direccao ao Norte da Argentina para encontrar os nossos amigos Ingleses que transportavam o nosso preciouso novo pneu traseiro. A decisao nao foi facil e a despedida foi muito emocional. Todos tivemos uma lágrima no canto do olho!!


Assim toda a semana passada foi de viagem. O nosso primeiro objectivo foi atravessar novamente a fronteira para o lado Argentino e subir em direccao a Mendoza onde nos encontrámos com o Jason e o Peter (KTM 950) que tambem iam na mesma direccao para encontrar o Greg e a Alexis em Cafayate. Foram dias intensos de viagem com muito calor, rípio e grandes altitudes. Aqui estamos em Cafayate com a bifalhada que bebe muito!!! Ouvimos ontem nas noticias que há fortes inundacoes no Norte da Argentina e Bolivia, para onde nos dirigimos. Pior é que com as chuvas e com as cheias há tambem um surto de "denge" nestas regioes!


Devo referir que estou impressionado com a quantidade de kms que o nosso pneu traseiro aguentou. O Continental TKC 80 aguentou fácilmente 10,000 kms com uma mota muito carregada, muito ripio e alcatrao escaldante. Impressionante!! Embora ja tenha comigo o novo pneu traseiro (Metzeler Karoo) vou rodar mais uns kms com o Continental até ao seu limite que será na entrada da Bolivia. O pneu da frente ainda aguenta mais uns bons kms.

4 Comments:

Blogger Francisco said...

Nuno e Tati,
PARABENS pelas fotos da Viagem, Amigos e txtos descritivos das pripécias até a data - 60 dias!!

- Tb vo fazer uns Km... e fico por outras bandas uns tempos valentes, espero poder ir visitar e comentar como tenho feito ate á data.
Um MEGA Abração!
KIKO

3:25 da manhã  
Blogger ObeliX said...

5*... Simplesmente 5*!

4:56 da tarde  
Blogger Piscatore said...

Estive no paraiso e voltei !!! Tens que la ir, nao imaginas a loucura que é... ! Penso mesmo que é um agora ou nunca, if you know what I mean...

Foi uma pena nao te teres encontrado com o Salvador. Voces estavam a uns minutos de distancia um do outro, na mesma cidade (ou na mesma internet shop, quem sabe!) e falharam um encontro que teria sido giro! ve se ainda da p o contactar

abraço e bj a tatiana

6:57 da tarde  
Blogger Gonças said...

Ahn...aprender uma lição de vida com um cagalhoto é de mestre ZEN!

Way to go pessoal!

12:25 da tarde  

Enviar um comentário

<< Home


Website Counter